voltar
O que são escalas de trabalho?

Entenda os modelos de escala de trabalho permitidos pela CLT

As escalas de trabalho possuem um papel fundamental na cultura organizacional das empresas.

Mas você sabia que nem sempre foi assim? Antes da criação da CLT em 1º de maio de 1943, o trabalhador se via obrigado a conviver em condições precárias e jornadas totalmente exaustivas. 

A CLT foi criada a partir do Decreto-Lei nº 5.452, e sancionada pelo presidente Getúlio Vargas, durante o período do Estado Novo, estabelecendo direitos e deveres para empregadores e empregados, incluindo regras sobre as escalas de trabalho

Hoje, ao criar uma estratégia de escala eficiente, o empregador não só contribui para o bem-estar dos seus colaboradores, mas também gera um alto índice de produtividade em equipe.

Pensando nisso, preparamos 6 estratégias para você elevar os níveis de produtividade da sua empresa, mantendo o bem-estar de todos.

Portanto, se você deseja maior produtividade de seus colaboradores, este conteúdo é para você.

Boa leitura!

Quais são os principais tipos de escalas de trabalho? 

As escalas de trabalho podem ser separadas por dias trabalhados ou podem ser organizadas por horas de trabalho.

Abaixo, você irá conhecer as principais e entender como funciona cada uma delas:

Escala de trabalho 5×1

Esse modelo é conhecido por oferecer uma alternância de 5 dias de trabalho seguidos por um dia de folga.

Além disso, ele garante flexibilidade e proporciona um descanso adequado aos colaboradores. 

É adotado em setores que operam 24 horas por dia, como hospitais e empresas de telemarketing.

Vale ressaltar que de acordo com o artigo 7 do XII parágrafo da Constituição Federal, só é permitido jornadas de 7 horas e 20 minutos para que as 44 horas semanais não sejam ultrapassadas. 

Então, se você trabalha em organizações que possuam esse regime de escala, fique atento a essa observação prevista por lei, busque saber se os colaboradores estão cumprindo as escalas de maneira correta, e assim, você evitará problemas no futuro.

Escala de trabalho 5×2

Provavelmente, em algum momento da sua vida, você já trabalhou no modelo de escala 5×2. 

Esse formato é o mais conhecido entre todos os demais, onde os colaboradores trabalham por 5 dias e folgam 2 dias consecutivos (sábado e domingo).

Aqui, as jornadas de trabalho possuem duração de 8 horas e 48 minutos por dia, para completar as 44 horas semanais previstas por lei. 

Mas o que muitos não sabem é que esse tipo de escala pode funcionar de duas formas, o modelo tradicional e em revezamento. 

Mas de que forma? Calma! Iremos te explicar agora.

Você já sabe que no modelo tradicional, o colaborador trabalha de segunda a sexta feira, tendo suas folgas aos finais de semana.

Já no revezamento, o colaborador não precisa cumprir seu horário, bem como folgar no final de semana.

Ele pode, por exemplo, começar sua semana na terça-feira e seus dias de folga caírem no domingo e na segunda.

Mas lembre-se, o empregador e o empregado devem sempre acordar essa flexibilidade para garantir que não haja desconfortos.

Escala de trabalho 6×1

Esse modelo envolve 6 dias de trabalho seguidos por 1 dia de folga, que geralmente, ocorre aos domingos.

É usado em estabelecimentos que requerem cobertura contínua, como restaurantes e redes de varejo.

Para as empresas, esse tipo de escala permite que estejam sempre de portas abertas, sem ter a necessidade de impedir que a sua equipe descanse.

Mas você acha que esse tipo de escala só beneficia a empresa? Não. Pelo contrário! 

Mesmo com a necessidade de trabalhar aos sábados e domingos, a empresa pode oferecer folgas ao colaborador durante a semana, em dias diferentes, desde que mantenha uma distribuição de folgas organizada.

Escala de trabalho 12×36

Nesse formato, os colaboradores trabalham por 12 horas seguidas e descansam por 36 horas.

Geralmente é usado na área da saúde, o que reduz a quantidade de trocas de turno e garante que as atividades não sejam interrompidas.

Entretanto, você sabia que esse tipo de escala é a mais desafiadora para o time de RH? 

Na escala 12×36 há variações definidas de acordo com as demandas de cada empresa.

Isso é acordado com o colaborador através de termos estabelecidos em normas ou no próprio contrato.

Além disso, essa escala é a mais propensa a gerar exaustão e doenças físicas e mentais nos colaboradores.

Portanto, as equipes de RH devem fornecer todas as condições para que a escala seja seguida conforme os termos da norma coletiva ou pelo contrato individual, de maneira que empregador e empregado conheçam todos os seus direitos e deveres.

Já os colaboradores, a nossa dica é que saibam administrar seus horários de folga para que descansem ao máximo entre uma jornada e outra.

Conheça algumas vantagens e desvantagens desse tipo de escala:

Vantagens

  • Maior rotatividade de colaboradores;
  • Turno de trabalho ininterrupto;
  • Redução de custos com horas extras;
  • Substituição rápida em casos de faltas e atrasos.

Desvantagens

  • Remuneração dobrada em feriados;
  • Limite de carga horária de 44h semanais;
  • Em alguns casos, é obrigatório adicionar periculosidade;
  • Maior propensão de sofrer com processos trabalhistas.

Escala de trabalho 18×36

Você já ouviu falar do modelo de escala de trabalho 18×36?

Essa escala é uma variação da 12×36, onde os colaboradores trabalham por 18 horas e, depois, têm 36 horas de folga.

As organizações não têm nada que as proíba de adotar esse tipo de escala, embora não seja comum e não esteja prevista pela CLT.

Entretanto, se uma empresa precisa de colaboradores atuando por longas jornadas, esse modelo se torna ideal. 

Para isso, é necessário realizar um acordo entre empregador e empregados, por meio do contrato de trabalho, além de seguir as convenções trabalhistas vigentes pelo sindicato da categoria.

Mas lembre-se, para que a empresa não sofra ações trabalhistas, é essencial: 

  • Disponibilizar 1 hora de intervalo;
  • Oferecer uma folga por mês, que deverá ser no domingo;
  • Respeitar a interjornada de 11 horas.

Seguindo essas dicas, os colaboradores não vão se sentir sobrecarregados, o que poderá elevar os níveis de produtividade.

Escala de trabalho 24×48

Assim como na escala 18×36, está também deve ter sua permissão concedida através da convenção coletiva.

Os colaboradores desempenham suas funções por 24 horas seguidas e descansam por 48 horas.

Esse modelo é geralmente adotado em setores de plantão, como bombeiros e polícia.

E essa jornada pode ser prejudicial à saúde? 

Todos nós necessitamos de descanso para que nossa mente e nosso corpo possam se manter saudáveis. 

Portanto, é essencial que as empresas respeitem o horário de descanso, além de pagarem corretamente o adicional noturno.

Agora que você já sabe quais são as principais escalas de trabalho, como elas funcionam e em quais setores cada uma se aplica.

Que tal saber sobre os benefícios? É exatamente sobre isso que iremos falar agora. Vamos nessa?

Conheça os principais benefícios das escalas de trabalho bem planejadas?

A verdade é que nenhuma empresa quer ter problemas com a lei, não é mesmo?

Por isso, a principal vantagem ao criar escalas bem definidas é o cumprimento da legislação.

Além disso, uma escala de trabalho bem planejada oferece aos colaboradores um equilíbrio adequado entre as demandas profissionais e as necessidades pessoais.

Escalas de trabalho mal distribuídas podem gerar aumento do estresse, fadiga e até mesmo, o desenvolvimento de doenças, como: 

  • Distúrbios do sono;
  • Fadiga acumulada;
  • Desgaste emocional;
  • Impacto na saúde física e mental.

Além disso, as longas jornadas e a falta de intervalos adequados podem levar a uma queda na produtividade e, consequentemente, ao descontentamento.

Para isso, é importante considerar momentos de folga regulares que possibilitem que os colaboradores dediquem tempo à família, lazer, estudos e outros interesses pessoais.

Portanto, em um cenário onde a saúde mental e a qualidade de vida são cada vez mais valorizadas, o desenvolvimento de escalas bem planejadas e personalizadas surge como estratégia inteligente. 

Agora que você já conhece os benefícios das escalas de trabalho, iremos te ensinar como criá-las de forma estratégica, através de 6 passos importantes.

Conheça 6 estratégias essenciais para criar escalas de trabalho produtivas

Conheça algumas estratégias eficazes para ter uma escala de trabalho eficaz.

Tente ser mais flexível 

A rigidez nas escalas de trabalho pode levar a altos níveis de estresse e insatisfação entre os colaboradores.

Incorporar flexibilidade nas escalas permite que a sua equipe equilibre melhor suas vidas profissionais e pessoais.

Portanto, se for possível, você poderá incluir horários de meio período, home office ou até mesmo, escalas comprimidas, que ofertam mais dias de folga, mas mantêm a quantidade de horas semanais.

Crie escalas de trabalho adequadas à realidade da sua empresa  

Como mencionamos anteriormente, desenvolver escalas de trabalho corretas é essencial para o sucesso de todo negócio.

Portanto, se sua empresa não exige longas jornadas de trabalho, escolha escalas organizadas em dias, como a escala 5×2, por exemplo.

Além de deixar seus colaboradores satisfeitos, você poderá atrair e recrutar novos e bons talentos.

Aprenda sobre o que diz os aspectos legais

Reforçamos que ao compreender todas as regulamentações que regem as escalas de trabalho, as empresas evitam riscos legais e constroem um ambiente de trabalho saudável.

Portanto, é importante disponibilizar cursos e treinamentos de capacitação para as equipes de Gestão de Pessoas. 

Forneça incentivos e recompensas

Outra estratégia interessante é desenvolver um plano de incentivos e recompensas para os colaboradores. 

Você pode reconhecer todo esforço através de benefícios como: bônus por cumprimento de metas ou folgas extras. Para isso, use estratégias de endomarketing.

Ao alinhar o plano de incentivos com o cumprimento responsável das escalas de trabalho, as equipes percebem que seus esforços são valorizados, gerando maior engajamento e produtividade. 

Crie planilhas

Ao contrário do que se imagina, fazer o uso de planilhas no desenvolvimento das escalas de trabalho é essencial, pois evita qualquer tipo de erro e auxilia na organização.

Mas lembre-se de desenvolver fórmulas que facilitem o seu trabalho.

Assim, você poderá alimentar a sua planilha com as informações necessárias, como dias de trabalho, horas extras, folgas, entre outros.

Faça o uso de um sistema de ponto

E por fim, a estratégia mais importante, fazer o uso de um sistema de ponto.

Será através desse sistema que você terá total organização e controle sob as escalas de trabalho, se elas estão de fato sendo cumpridas de acordo com aquilo acordado com o colaborador.

Em vez de desperdiçar seu tempo valioso todos os meses lidando com planilhas e modelos de escalas de folga, você pode simplificar seu processo adotando um sistema de controle de ponto digital com a função de gerenciamento de escalas de trabalho.

Através dele, você só precisa planejar os modelos de escala uma vez, configurando os parâmetros essenciais para garantir o perfeito funcionamento da sua escala.

Além disso, é fundamental determinar previamente a quantidade de dias ou horas de trabalho, bem como os períodos de descanso, incluindo a programação das folgas.

Entretanto, a importância da marcação de ponto vai além disso.

Quando realizada de maneira eficaz, essa prática proporciona maior segurança e transparência tanto para a empresa quanto para os colaboradores. 

Além disso, em situações de litígio trabalhista, todos os registros podem ser utilizados como evidência.

No contexto de escalas de revezamento e cobertura de postos, o acompanhamento das entradas e a gestão dos atrasos permitem que a empresa acione rapidamente outro colaborador em caso de emergência, sem depender da sinalização de problemas por parte do empregado em serviço.

Portanto, seja qual for a perspectiva, adotar essa prática é vantajoso para a empresa.

Por fim, a marcação de ponto é importante, pois em caso de processo trabalhista, servirá como prova, já que emite todos os registros e informações essenciais.

Como o DOT8 pode auxiliar nas escalas de trabalho?

O DOT8 é um sistema de controle de ponto online que oferece o que há de melhor em tecnologia para você desenvolver escalas de trabalho de forma eficiente, emitindo relatórios que te auxiliam em uma gestão mais estratégica. 

Além disso, é totalmente intuitivo, somente em uma tela você consegue visualizar todas as informações de um determinado colaborador, como presenças, ausências e até mesmo, alterar as jornadas de trabalho, caso necessário.

Com essas estratégias, você está pronto para otimizar a produtividade dos colaboradores da sua empresa.

Deseja saber mais? Então acompanhe novos conteúdos em nosso blog e, compartilhe para que mais pessoas possam beneficiar-se dessas dicas. 

Até a próxima!

img
img

Experimente nosso sistema agora

mail-icon

Leia Também: